Contratos de Trabalhos - Teoria e Prática

 

A recompensa é o elemento vital para o sucesso de um plano de gestão de recursos humanos, pois ele está no centro do processo motivacional do funcionário. É também complexo e necessita ser flexível, considerando as diferenças individuais.

É necessário sair de uma visão puramente econômica, motivada por melhorias exclusivamente salariais para medidas de maior impacto na qualidade de vida das pessoas.

A remuneração é um conjunto de retribuições às contribuições da pessoa à organização, entendida como habilidades, conhecimentos, esforços, dedicação, ou seja, tudo o que agrega valor à organização que ele está vinculado. Estão incluídos também os benefícios, geralmente conhecidos como remuneração indireta e os incentivos (bônus, participação nos lucros).

É imprescindível que a empresa amplie seu processo de comunicação para que realmente possa investir recursos em algo que realmente se constitua num estímulo e não de modo generalizado.

Lembre-se: As pessoas têm valores variáveis, necessidades diversas, histórias e aspirações específicas, portanto as recompensas deverão ter um sentido de atrair, reter e motivar cada um dos funcionários.

 

João F. Ramos é Contador, Gerente de RH, Coordenador Técnico dos sites www.maph.com.br e www.portaldeauditoria.com.br e Autor da Obras Participação nos Lucros ou Resultados, Auxiliar de Departamento Pessoal e Manual do Auxiliar de Contabilidade, Manual de Rotinas Financeiras Empresarias, Manual de Escrituração Fiscal, Contrato de Trabalho.

 

Assuntos relacionados:

Formação do vínculo empregatício

Acordos, Convenções e Dissídios Coletivos

Horas Extras - Cálculos

 

Saiba mais sobre Participação nos Lucros ou Resultados

 

Participação nos Lucros ou Resultados

 


Cálculos Rescisórios - Contrato Trabalho | Manual do Auxiliar de Departamento Pessoal | Gestão de RH | Participação nos Lucros ou Resultados | Terceirização com Segurança | Recrutamento e Seleção de Pessoal | Rotinas Trabalhistas