Home » Loja Quem Somos | Nossos Clientes | Notícias | Artigos  |  Minha Conta  |  Carrinho  |  Realizar Pedido   
Categorias
 Auditoria
 Contabilidade
 Créditos Tributários
 Cursos Online
 cursos Presenciais
 Economia Tributária
 Gerenciamento
 Imposto de Renda
 IPI
 Planejamento Tributário
 Processo Administrativo Fiscal
 Trabalhista
 Listagem de E-books
Leitura dos Guias
Mais vendidos
Auxiliar de Departamento Pessoal
Auxiliar de Departamento Pessoal


Produto teste
Produto teste


Curso Online - Canal de Denúncias
Curso Online - Canal de Denúncias


Curso Online - Formação de Auditores Internos - Teoria e Prática
Curso Online - Formação de Auditores Internos - Teoria e Prática


Curso Online Espionagem Empresarial - Invasão de Privacidade
Curso Online Espionagem Empresarial - Invasão de Privacidade


Busca Rápida
 
Use palavras-chave para achar o que procura.
Busca Avançada
Newsletter
E-mail:

Área de atuação:

Informações
Notas de Privacidade
Condições de Uso
Fale Conosco
Estatísticas
No momento há
 66 Visitantes online.
17/03/2011
Prazo para novo relógio de ponto é adiado

Por meio da Portaria 1.987/2010, o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) tinha prorrogado para 1º de março de 2011, o prazo para utilização obrigatória do Registrador Eletrônico de Ponto (REP) pelas empresas, nos termos especificados na Portaria nº 1.510 , de agosto de 2009.

Mas, por pressão das empresas e centrais sindicais dos trabalhadores, o Ministério do Trabalho decidiu prorrogar  pela terceira vez o prazo para a implementação do novo sistema de registro de ponto eletrônico  será no dia 1º de setembro de 2011.

Além de ampliar o tempo para adaptação das companhias à nova norma, o Ministério do Trabalho criou ainda a possibilidade de negociação entre empresas e sindicatos para alternativas ao novo sistema de controle das jornadas de trabalho, desde que respeitados alguns limites. Essa flexibilização pode permitir que as companhias não tenham que adquirir um novo equipamento para registro de entrada e saída dos funcionários.

De acordo com a Portaria nº 373 , publicada no Diário Oficial da União , “os sistemas alternativos não devem admitir restrições à marcação do ponto, marcação automática, exigência de autorização prévia para marcação de sobrejornada e alteração ou eliminação dos dados registrados pelo empregado”. Respeitados tais critérios, a empresa não poderá ser multada pela fiscalização do ministério.

O novo relógio ponto

De acordo com a Portaria nº 1.510, o novo relógio deve emitir comprovantes em papel de todas as entradas e saídas dos empregados, para que os documentos possam servir de prova em futuras ações trabalhistas. O equipamento deve conter ainda um sistema de registro de toda a movimentação dos funcionários, sem a possibilidade de alteração dos dados, que devem ser disponibilizados ao fiscal do trabalho, diretamente no aparelho, via entrada USB.

Equipe  Maph

Manual do Auxiliar de Departamento Pessoal

Assuntos relacionados

Trabalho excessivo caracteriza assédio moral
O prazo para adequação ao relogio ponto está chegando

Veja nossos cursos previstos para Curitiba | São Paulo | Belo Horizonte | Rio de Janeiro | Cadastre-se aqui!


Cálculos Rescisórios - Contrato Trabalho | Manual do Auxiliar de Departamento Pessoal | Gestão de RH | Participação nos Lucros ou Resultados | Terceirização com Segurança | Recrutamento e Seleção de Pessoal | Rotinas Trabalhistas

VOLTAR
Carrinho mais
0 itens
Download
Novidades
Fale conosco
Comentário mais
1-Auditoria Interna Operacional - Teoria e Prática para Execução
Paguei pela obra "Manual de Auditoria Interna - Conceitos e ..
1 de 5 Estrelas!
 
Curitiba – PR – Fone/Fax: (41) 3272-8507
Parceiros: Portal dos Aplicativos - Melhor Loja Web