Home » Loja Quem Somos | Nossos Clientes | Notícias | Artigos  |  Minha Conta  |  Carrinho  |  Realizar Pedido   

Como Implementar uma Auditoria Interna - Teoria, Metodologia e Prática


ANÁLISE DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS - CONCEITOS

A análise das Demonstrações Contábeis constitui-se num processo de meditação sobre os mesmos, objetivando uma avaliação da situação da empresa em seus aspectos Econômicos, Patrimoniais e Financeiros.

A análise de balanços deve ser entendida e estudada de maneira abrangente, isto é, deve ser designada mais propriamente como “Análise Contábil” ou “Análise das Demonstrações Financeiras”, vez que a mesma tem como objeto de estudo, análise e interpretação, não apenas o Balanço Patrimonial, como também todas as demais demonstrações contábeis ou financeiras, elaboradas pela empresa e prescritas nos textos legais.

1.1. Finanças

É a arte e a ciência de se administrar fundos, isto é, aplicar princípios econômicos, contábeis e conceitos do valor do dinheiro no tempo às tomadas de decisões em negócios. A palavra “arte” implica que existem algumas oportunidades para ser criativo na administração de dinheiro. E a palavra “ciência” implica que existem alguns fatos comprovados subjacentes às decisões financeiras.

Praticamente todos os indivíduos e organizações obtêm receitas ou levantam fundos, gastam ou investem. O processo, as instituições, os mercados e os instrumentos envolvidos na transferência de fundos entre pessoas, empresas e governos, formam os fundamentos do estudo das Finanças.

Tradicionalmente, os tópicos de finanças são agrupados em quatro áreas principais:

a)    Finanças Empresariais (Corporate Finance).

b)    Investimentos

c)     Instituições Financeiras

d)    Finanças Internacionais

As Finanças estão estreitamente relacionadas com algumas áreas em especial, onde se destacam o Marketing, a Contabilidade e a Administração.

1.2. Mercado Financeiro

O mercado financeiro, assim como qualquer mercado (de peixe, barraquinhas, etc.), é apenas uma forma de reunir compradores e vendedores. Nos mercados financeiros, os produtos vendidos e comprados são títulos de dívida e ações. Os mercados financeiros, no entanto, são diferentes entre si em alguns detalhes.

Os mercados financeiros funcionam tanto como mercados primários quanto como mercados secundários para títulos de dívidas e ações.

O mercado primário refere-se à venda original dos títulos por governos e empresas. O mercado secundário é aquele onde os títulos são comprados e vendidos após a venda original. Existem dois tipos de mercado secundário: bolsas organizadas e mercados de balcão.

Em termos gerais, os distribuidores no mercado de balcão compram e vendem a seu próprio risco. Um distribuidor, ou revendedor de carros, por exemplo, compram e vendem automóveis. Já corretores e agentes procuram casar compradores e vendedores, e não necessariamente possuem a mercadoria que será comprada ou vendida. Um corretor de imóveis, por exemplo, normalmente não compra e vende casas, ele apenas intermédia uma ação entre as duas pontas.

O mercado de distribuidores de ações e dívidas a longo prazo é denominado mercado de balcão. A maior parte dos negócios de títulos de dívida acontece no mercado de balcão. A expressão mercado de balcão refere-se aos tempos antigos, quando os títulos eram literalmente comprados e vendidos em balcões de escritórios por todo o país. Hoje, uma parcela significativa do mercado de ações e quase todo o mercado de dívidas a longo prazo não têm localização central; os distribuidores estão ligados eletronicamente.

As bolsas de valores diferem dos mercados de balcão de duas maneiras. Em primeiro lugar, a bolsa de valores possui uma localização física (como, por exemplo, Wall Street). Em segundo lugar, no mercado de balcão, a maior parte da compra e venda é realizada por distribuidores.

O primeiro objetivo de uma bolsa de valores, por outro lado, é juntar os que desejam vender àqueles que desejam comprar. Os distribuidores desempenham papel limitado.

A maior bolsa de valores do mundo é a Bolsa de Valores de Nova Iorque (NYSE = New York Stock Exchange). No Brasil, a maior é a BOVESPA (Bolsa de Valores de São Paulo).

Além das bolsas de valores, existe um grande mercado de balcão para negociação de ações. A NASDAQ (National Association of Securities Dealers Automated Quotations) que tem um número de empresas três vezes maior do aquele registrado na NYSE, mas o valor total das ações do NASDAQ corresponde a apenas 20% do valor total das ações da NYSE.
(...)
Obs: Esse conteúdo foi editado dia 11/03/2010 (sujeito de alterações posteriores, versão atualizada no link abaixo)

Veja outros assunto relacionados a Análise das Demonstrações Financeiras, clique aqui!

Análise das Demonstrações Financeiras

 

Assuntos relacionados

Apuração do IRPJ Lucro real
Planejamento Tributário - grande ferramenta do contribuinte

Veja nossos cursos previstos para Curitiba | São Paulo | Belo Horizonte | Salvador | Campinas | Rio de Janeiro | Cadastre-se


 Planejamento Tributário | SPED | Créditos de PIS e COFINS | Cálculos IRPJ - Lucro Real | Fechamento de Balanço | Contabilidade Tributária | Simples Nacional | ICMS | IRPF | IPI | ISS | IRPJ - Lucro Presumido | IRPJ - Lucro Real | Defesas Tributárias

 
Curitiba – PR – Fone/Fax: (41) 3272-8507